english

Deposito

detalhe

Em Deposito, (2003 /2004) o artista lançou uma corrente pela internet em que convidava o público a ajudá-lo a fazer sua peça para a exposição no Museu da Pampulha. Durante alguns meses, Bruno pediu que as pessoas lhe enviassem caixas pelo correio, endereçadas ao Museu e que seriam utilizadas mais tarde para fazer o trabalho. Não importava exatamente o que continham aquelas caixas e também não muito quem as enviava, mas o fato de poder se constituir, sem grande esforço físico e sem custo material da parte do artista, um conjunto de objetos que, exibidos juntos, pudessem expressar a condição de deslocamento e nomadismo do artista, distante da cena recifense enquanto participava do programa de residência em Belo Horizonte.RODRIGO MOURA (curador)

voltar